terça-feira, 16 de novembro de 2010

400 - Para um quadro de Dali ou Magritte


Pareciam de sonho as borboletas diáfanas
Avis rara de lábios voadores
A espalhar delírios no jardim orgasmático

23 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Número quatrocentos!
Quantas borboletas têm voejado, lindamente, por aqui...
Bravo!
Abraço apertado, Assis

Vanessa G. Vieira disse...

Vim deliciar-me com teus poemas! Adorei a história das borboletas diáfanas! Você é mesmo fantástico!

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Assis,
Tô às voltas, entre um e outro zapato a vender, com um poema cujo primeiro verso ("Dali/Aqui em meu peito") remonta de minha terremota infância. Quando postá-lo lá no nosso pequenino jardim de lembranças, estará dedicado a você, pra minha grande alegria. Voem borboletas diáfanas, voem...
Um trechinho, com sua licença poética:

"Dali
Aqui em meu peito. Em mim,
A persistir em minha memória das Águas
Turvas de paixão."

*

Abraço onírico,
Pedro Ramúcio.

Ingrid disse...

Belas as borboletas de tua vida Assis..
que assim continuem a voar e beijar!
beijo poeta!

Dario B. disse...

Surreal jardim das delicias surreais.

(Parabens pela homenagem a Dalí e Magritte, mais que merecida).

Marcantonio disse...

Que Dali fuja. Que seja Magritte!

Belo poema para um número redondo!

Abração!

Domingos Barroso disse...

teu poema já explode
a imaginação(fragmentada
espalha-se pelos cantos
e canteiros)

forte abraço,
camarada Assis.

Rafael Castellar das Neves disse...

Gostei dos seus textos...li alguns apenas, mas a simplicidade da forma e a carga da intensidade os deixam excelentes...

[]sss

Lau Milesi disse...

Poeta Assis, meus olhos sorriem quando te leem,sabia? :)
Lindíssimo, esse 400. Dali, Magritte, sonhos, e ainda borboletas diáfanas ? Realmente, um jardim orgasmático.
Parabéns, poeta talentoso!!!.

Beijo

E.T. Obrigada pela solidariedade à Maga e Cia... Adorei "A Saga de Maga". Lindo e criativo, tal qual "O Ulisses no Supermercado". :)

Luiza Maciel Nogueira disse...

Magritte e Dali os grandes da pintura tem sorte de adormecer nos teus versos

beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Assis
Realmente um sonho, um prazeiroso sonho.
Abração

Lívia Azzi disse...

Eu me rendo às borboletas assim como me encanto pelos seus versos!

Um beijo!

Júlio Castellain disse...

...
Emblemático.

Abraço.
...

Mulher na Polícia disse...

Não...
Tudo isso para um quadro?

Duvido.

rs rs rs
Fala logo o nome dela, Assis!
kkkkkkkkkk

Um beijo!

Jorge Pimenta disse...

e o que eram, afinal, poeta assis? o que eram?...
um abraço!

Cris de Souza disse...

go-zei!!!

AC disse...

Às vezes há pormenores que transformam por completo a paisagem...

Abraço

dade amorim disse...

Todos os voos e aves nesse jardim.

Vanessa Souza Moraes disse...

Fico com Magritte :)

Mirze Souza disse...

Só faltam 601?????


Sou Magritte , sou Dali!

Sou Assis!

Beijos, poeta MIL!

Mirze

Gerana Damulakis disse...

Belo par homenageado.

Mai disse...

E beber o néctar e espalhar querências...

cheiros

Ana SS disse...

e, que jardim..