quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

469 - poema para uma invernada de anelos

caíam-me em manto os auspícios
até os seios florirem e
fazer norte em todos os sentidos
e nossos passos se juntarem em trovoadas

17 comentários:

Ingrid disse...

Assis,
começando um dia chuvoso e abençoada pela bela leitura de tuas palavras..
obrigada..
beijo.

Tania regina Contreiras disse...

...e que se faça de arroubos a caminhada a dois...

Belo, belo, Assis!
Beijos,

teca disse...

Eu posso ver as faíscas cintilando...

Beijo.

Everson Russo disse...

Passos se juntaram a um unico caminho,,,abraços de bom dia ...

Vanessa disse...

Grande poema querido Assis. Espero que esses passos andem em harmonia por muitos e muitos anos. É bom andar junto... Fazer companhia!Seu poema me vez lembrar a música 'A companheira' do Luiz Tatit. Conhece??
http://letras.terra.com.br/luiz-tatit/401340/

Abraços!! =)

Mirze Souza disse...

ASSIS!

Que esses auspícios sejam perenes em sua vida e que as trovoadas não amedrontem.

Lindo!

Beijos, poeta MIL! (quase 700)ai!

MIRZE

CARLA STOPA disse...

Pequenos notáveis...Poderia descrever assim os teus poemas...Encantada.

Lívia Azzi disse...

Choveram de tanto amor...

;-)

Mulher na Polícia disse...

Quê isso assis!!!

Lindo demais!!!

Até dói...

: )

Um beijo!

Sandra Botelho disse...

Florada de desejos...
Bjos achocolatados

Lara Amaral disse...

Seus sentidos todos nos voltam para o ponto máximo da poesia.

Beijo!

Mariz disse...

simplesmente lindo...

Convido vc para conhecer meu blog,é super novinho...rs estou tentando entrar nesse mundinho especial.

bju e ótima noite!

Fred Caju disse...

Hei de recorrer a Leminski: Apenas o mínimo em matéria de máximo.

Eder Asa disse...

Desnorteador...

Jorge Pimenta disse...

não há primavera de seios em flor sem que a trovoada abencoe os passos... e até a chuva não mais será que húmido beijo sobre a estrada.
abraço!

nydia bonetti disse...

temporal... é tempo. abraço!

Mai disse...

Ô djáxo!

um abraço e um sorriso